13 de outubro de 2010

ProArt - pincéis de maquiagem

Ao longo dos posts, vocês vão perceber que aquela minha ida à Visual (306 norte) acabou resultando em um baita prejuízo sacolão de compras. Eu não quis tirar foto de tudo de uma vez pra não estragar a surpresa do que vinha por aí...

Pois bem, hoje é a vez dos pincéis. Sabe-se lá Deus por quê, mas viciada em makeup acaba se viciando em pincéis, também. E parece que não adianta ter um estojo de 5.809.455 desses acessórios. Nem que sejam dos bons. A gente sempre acha que precisa de mais um.

Pois é. Ainda bem que existem os famosos BBB. Não chegam a ser os maravilhosos que os megamaquiadores recomendam... mas não tenho bufunfa necessidade pra aquilo tudo. Então vai de BBB mesmo.

Ah, um parêntese: eu estava meio que obcecada por dois pincéis. O tipo leque e um para esfumar delineador (com as cerdas beeeem curtinhas). Itens que, claro, a salve-salve M.A.C possui em seu portfolio. Então, estava eu passeando no Parkshopping com minha irmã, quando resolvemos bizoiar a loja. Minha irmã queria um batom e eu queria alimentar meu vício. Qual não foi minha surpresa ao descobrir que o vendedor não conhecia o pincel 214 (que seria o de esfumar)? Inicialmente, ele disse que não existia. Diante da minha insistência, ele começou a acreditar que existia, mas que "não tinha chegado ainda". Eu entendo que ninguém precisa saber TUDO da empresa que trabalha, mas sei lá. Broxei, sabem? Com relação ao pincel leque, ele já foi mais categórico: "só tem na M.A.C Professional". Nem verifiquei se isso é fato, mas, nesse caso, acreditei.

Whatever. Deixei a M.A.C pra trás (e, pasmem: não gastei seguer um tostão furado ali! Palmas, por favor!). E gostei do que encontrei na Visual. Tinha uma boa variedade de pincéis e aplicadores de maquiagem. E tudo com preço acessível. Eu dei uma olhadela básica na composição para saber se eram de fibras naturais, pelo menos pra escolher bem. Os eleitos do dia foram:


- ProArt - pincel profissional aplicador de corretivo (R$ 8,99)
- ProArt - pincel profissional leque limpador (R$ 11,99)

Os garotinhos

Sinceramente falando, eu só descobri que o primeiro é "aplicador de corretivo" agorinha, que vi a embalagem novamente. Pra mim, que tenho olhos minúsculos (dãããr, eu sou japa, né...), pincel grande faz uma bela caca. Então, gosto muito de pincéis piquititinhos como esse para aplicar sombra, mesmo. Tenho mais facilidade.

A minha opinião sobre a marca: eu já tinha um pincel da ProArt, que comprei já há um tempinho num quiosque no Pátio Brasil. Aquela foi a primeira e a última vez que reparei naquele quiosque, que vendia (ou vende, sei lá se ainda existe. Não reparei MESMO) maquiagens e acessórios profissionais a preços surreais. E, quando digo "surreal", quero dizer "altopacarái". Deveras. E a quiosquista balconista tinha uma má vontade que só vendo. Eu gostei de um chanfrado no mostruário e pedi pra ela pegar um novo pra mim. Ela tirou TRÊS chanfrados completamente diferentes entre si, sempre insistindo que eram iguais ao original. Ô, gente, até a bendita cor das cerdas era diferente!!! Meu olho pode ser pequeno, mas eu enxergo!!! Acabei comprando o da ProArt porque eu gostei muito, e só. Mas o atendimento foi tão ruim que, como já mencionei ali em cima, nunca mais nem reparei se o quiosque continua lá. E o nome também nunca me interessou. Pois bem, esse caso foi só mais um longo parêntese.


Com o irmão mais velho. O Ouro Branco é um artifício de #gordinha pra vocês terem uma ideia do tamanho das cerdas do pincel tipo leque.

Voltando novamente ao assunto (hoje eu tô prolixa demais, desculpem)... os pincéis. Pelo que vi no site da ProArt, os pincéis são divididos nas categorias "comercial" e "profissional". A diferença é a qualidade das cerdas.

Minha opinião sobre os produtos: gostei muito. Como eu já disse, o fininho eu estou usando para aplicar sombra. As cerdas são macias, mas firmes, o que colabora na definição da pintura. O leque, vamos combinar que é um pincel meio inútil... mas eu queria, e pronto. Vê-lo no mostruário, ao lado de pincéis de marcas concorrentes, me deu a impressão de que este era muito maior e mais cheio que os outros. E a minha escolha foi determinada por um critério básico da humanidade: achei o da ProArt mais bonito. Hahahaha!

Usei-o pra tirar os "respingos" de sombra e pigmentos. Dizem ser um jeito delicado de varrer a pele, sem borrar tanto - principalmente quando a gente prepara a pele antes dos olhos. Pra mim, deu certo porque usei com uma sombra que não fixa taaaanto assim. Vamos ver se ele continua sendo eficiente em outras ocasiões. So far, so good.


Note to myself: já encontrei um equivalente ao 214 da M.A.C - o E20 da Sigma. Tô quaaaase me animando...!

Atualização: coincidentemente, hoje também teve post sobre pincéis baratinhos (também estrelando os da ProArt) no Reverbera, Querida!. Vale a pena ver as dicas!

4 comentários:

Eliza Leopoldo disse...

Primeiro, eu adorei o ReMoTa e adorei o 'maria gastadeira' rs. Meu pai me chamava assim, meu marido me chama assim e eu me sinto assim também. Mas né? Eu economizo pra mode poder gastar rs.

Post super bom. Sou suspeita pra falar de Pro Art, porque eu amo! Sinceramente, não deixa a desejar em nada mesmo aos tops profissionais tipo MAC. Da MAC só tenho quatro pincéis, na verdade três, porque o meu 224 sumiu desde o carnaval. Mas digo quatro, porque encomendei de uma amiga que viajou recentemente pra NY e já está a caminho.

Vale super a pena procurar, bater perna. Brasília é um mundo. Morei ai três anos, tive um atelier de festas infantis em meados da década de 90. Bons tempos.

Bisous.

ReMoTa disse...

Eliza, que honra tê-la por aqui! Te sigo há um tempinho e adoooro seu blog! Valeu pelo carinho!

Não sabia que você tinha morado em Brasília. Então, você conhece o quadradinho! Realmente... ele é um mundo!

Pois é, eu fico com muita dó de gastar quase (ou mais de) cem dinheiros num pincelzinho. M.A.C é ótimo, mas prefiro custear uma maquiagem de qualidade a gastar o mesmo tanto num mísero pincel. Ainda mais quando a gente sabe que tem produto bom por muuuuuito menos.

É como você mesma disse: a gente economiza pra poder gastar. E, quanto mais coisas puder comprar com o mínimo de dindin, melhor ainda, né não?

Bisous pra ti!

Adriana Mindêllo disse...

Eu comprei semana passada alguns pincéis da proart. Adorei!
As cerdas são muito macias.
O de Blush é uma delícia.

ReMoTa disse...

Muito bom saber, Adriana!
A gastadeira aqui já botou na wishlist... (hahaha! #descontrole!)
Beijoca e "brigadão" pelo comentário!